domingo, 23 de maio de 2010

Meu destino é pecar

Produzido na Cia. Cinematográfica Maristela em 1952, MEU DESTINO É PECAR, do uruguaio Manuel Pellufo, foi a primeira adaptação de Nelson Rodrigues para o cinema. Baseado no folhetim homônimo publicado em 1944 por Rodrigues (sob o pseudônimo de Susana Flag), tratava das desventuras da jovem Leninha, obrigada a se casar com Paulo, um homem atormentado e suspeito de ter assassinado sua primeira mulher - cujo fantasma, supostamente, ainda circula pela fazenda onde eles passam a viver.

Leia também:
Meu destino é pecar por Hernani Heffner

Um comentário:

  1. Anônimo14.3.14

    meu destino e pecar 1952 e um filme velhusco horroroso duma mulher magrela muito feia dum vestidao esse filme e um horror a tv cultura passou esse filme no cine brasil a tempos atraz tomara que não passem mais uma coisa feia daquela
    abraços Rafael (rafael.psicolouco@hotmail.com)

    ResponderExcluir