segunda-feira, 28 de março de 2011

Mulheres, mulheres

A produção carioca MULHERES, MULHERES, de Carlos Imperial, realizada em 1981, foi exibida no Canal Brasil recentemente, e quem indicou foi o Rogério Ferraraz. Ainda não tive a oportunidade de assistir, mas já tenho certeza de que se trata de um filme cuja presença deve ser obrigatória no conjunto dos filmes de horror brasileiros. A sinopse já promete:

"Fausto e Gilda moram num casarão isolado. São casados há muito tempo e se amam apaixonadamente. Com a morte de Gilda, Fausto fica com a filha de quinze anos e uma governanta que ajuda a educá-la. Ele só recebe visitas de sua médica, pois passa a ter delírios: sonha que Gilda quer levá-lo para o outro mundo. Contudo, na hora de atingir o orgasmo, Gilda desaparece. As visões são constantes, em dias alternados, e Fausto já não consegue distinguir o que é imaginação e o que é realidade. Um dia, Fausto sonha novamente com Gilda. Com o gozo atingido, ele morre. Depois de sua morte, os dois se reencontram".

A coisa melhora quando, no Dicionário de Filmes Brasileiros, ficamos sabendo que o filme foi feito a partir de um argumento de Carlos Imperial - só que com base no (suposto) conto Morire D´Amore, do Pier Paolo Pasolini! Carlos Imperial inspirado por Pasolini. Difícil imaginar dupla mais improvável... Fica aí a promessa de assistir ao filme e escrever alguma coisa. Leia mais: Ficha técnica completa da Cinemateca Brasileira do filme MULHERES, MULHERES (Carlos Imperial, 1981)

7 comentários:

  1. Laura, na biografia do Carlos Imperial, SE NÃO ESTOU ENGANADO, consta que a ligação com Pasolini era fake. Parece que o tal conto nem existe. Mais uma das "invenções" do malandro-mor Imperial.

    ResponderExcluir
  2. hahaha! bem que eu estranhei, pois procurei o tal do conto para fazer o link no google e não encontrei. julguei que o título pudesse estar errado, mas essa história é muito melhor!!

    aliás, adorei as novas informações sobre o Zorga! valeu!

    ResponderExcluir
  3. Laura, esse está na minha wishlist, mas segundo o site da Cinemateca (inclusive o cartaz original), o filme se chama apenas MULHERES, sem a duplicata. Só assistindo ao filme mesmo para saber o nome correto... Aliás, se você conseguir esse, posso pedir cópia?!?

    ResponderExcluir
  4. almir12.2.12

    gostaria de baixar ese filme.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo26.7.12

    assisti ontem no canal brasil, se baseado na obra de pasoline eu não sei mas tinha um elenco de mulheres fantastico.

    ResponderExcluir
  6. Pasolini era um doente,e Imperial um completo idiota, só uma pessoa com a cabeça dele faria um filme desse pra "se aproveitar" da mulheres e dar inveja nos homens..em resumo:
    Dois !!!Nota Dois!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Anônimo24.1.13

    Um lixo semi-pornográfico, só serviu para diminuir a consideração que tinha pelo Imperial.Pura perda de tempo.

    ResponderExcluir